Elzana Mattos

Gotas Acesas -  que jorram infinitamente...do meu ser!

Textos

cppImag3281014gaDs570X390.jpg

Olhar e não enxergar

O que existe além...

Das muralhas dos medos.

          
Sentir o peso do mundo,

Nas costas de borboleta.

          
E não perdurar

Além da larva...

Que em toda sua

Estranhura e nojência

Se permitirá

 A dar outros voos...

          
Mas as coisas,   

Se precipitarão,

De alguma sorte!

           
Quiçá,

Irá tomar outros rumos...


Então, ter o olho aceso,

É uma palavra de ordem.

Ter o olho...
Nas costas de borboleta

Será preciso.


Antes que lo caia o siso!...

 

By Elzana Mattos

 
Elzana Mattos
Enviado por Elzana Mattos em 01/11/2016

Música: amigos para sempre - xxx

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras