Elzana Mattos

Gotas Acesas -  que jorram infinitamente...do meu ser!

Textos

cid_2824FEF1E02E4688B09AEBBBFAE8C217admi






1b79dvampiro_gotico.jpg
 
     E no fim, resta...
     Sortilégios sem fim
     De um nó que ruiu assim,
     Nas catacumbas que inserta!

 
     E no fim, resta...
     Nuvens cinzentas num breu,
     Onde enclausurada me pus à revelia
     Dos teus caprichos e rebeldia!

 
     Destarte, terei o meu fim...
     Não mais viverei assim,
     Nesse umbral de confrarias!

 
     Quiçá, estarei em outro céu, zepelim!
     Ah, não quero mais esta sorte por fim,
     Ao livrar-me desse julgo e bruxarias!  


                
                 Elzana Mattos

 


cid_2824FEF1E02E4688B09AEBBBFAE8C217admi




 
Elzana Mattos
Enviado por Elzana Mattos em 01/04/2017

Música: estudo op.10 - Chopin

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras