Elzana Mattos

Gotas Acesas -  que jorram infinitamente...do meu ser!

Textos

 Nau Errante...


  Frágil, estou em prantos...
Feito Nau à deriva sem destino,
Sob lágrimas salgadas, de ti...
Derramadas, nestes mares nevoentos
Naufragando... tantos e tantos beijos!

Frágil, estou tristonho a esperar...
Num cais qualquer, sem Porto...
Longe dos teus afagos...
Do calor dos teus beijos...
Que, há muito me aqueceu!

Frágil, assim, me pus a navegar...
Por mares revoltos sob pesar
Nesta solidão incólume, sem par
Distante...louco e só, me vi...

Fragilíssimo...Desaguando...
Mágoas, lembranças e degredos
Nas profundezas destes mares
Tenebrosos em segredo!

Por tanto amar e amar...
Tornei-me solitário e insano
Louco a vagar pela noites...
Sedento dos teus beijos...
Só para poder te encontrar...
E'm teus beijos, me afogar!


Elzana Mattos
Elzana Mattos
Enviado por Elzana Mattos em 05/04/2017
Alterado em 05/04/2017

Música: fellings - morris albert

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras